Sei do seu verão, inverno e primavera passados… Ah! Do outono também!

gargalhada

Sei de coisas que você nem imagina. Sei qual o ascendente do seu mapa astral. Sei tudo sobre aquele seu amigo, sobre a tia do seu amigo e sobre o cão dele coitado que morreu.

Eu sei daquela sua amiga que mora em Washington. Sei que ela terminou um noivado.

Te vi no trânsito esses dias, de camisa curta e reparei mais em sua pinta no braço do que você em toda a sua vida.

Já fiz sua numerologia e o resultado foi 5.

Eu sei sobre sua viagem e não me venha dizendo que estava sozinho, porque sei que estava com uma turma de amigos e inclusive, tinha uma mulher que não era bem a sua amiga não.

Sim, você foi educado me dizendo que estava na correria, porque sei que está com aquela moça de outro Estado.

Eu sei mãe que você andou usando meu demaquilante, mas não ligo porque nem ando me maquiando.

Eu sei viu querida “fonte” que não iria me responder porra nenhuma aquele e-mail, mas sempre tenho alguma esperança.

Eu vi que me achou maluca e que esperava que eu não fosse assim, como sou. Isso me machucou por um tempo, mas o que a gente faz quando não nos aceitam como somos? Se eu deixar de ser, morro.

Ah e claro, às vezes ajo de maneira estranha. Deveria ter me esquecido, mas esqueci de esquecer, sei lá.

Eu sei com quem você anda. Sei sobre o que gosta de comer, eu poderia preparar sua comida.

Eu conheço sua música favorita e mesmo sem tocar violão há muito tempo eu vejo a cifra e quais as notas que a compõem.

Eu sei espelho que você também não é tão meu amigo, assim como as câmeras fotográficas.

Eu sabia que aquela música que ofereci não me deixaria triste depois do que eu já sabia que não daria em nada, porque te ofereci uma música X. Aquela não era minha música favorita (gargalhando). Músicas favoritas não podem ser oferecidas em hipótese alguma.

Eu sei sobre o que vai acontecer com você daqui a alguns meses, não porque sou uma espécie de vidente, mas porque você é muito previsível. Sua metodologia é muito fácil de entender. Já a minha ninguém faz questão de compreender. A minha metodologia é a incoerência, só explorando, com questionário aberto e com muitas e muitas hipóteses.

Não me importa ser maluca assim. Eu dou risada escrevendo. Me divirto pensando.

Sei sobre as cores que mais gosta. Disse que seu poema era incrível e menti, te achei tão “perfeito” que disse que eram palavras mágicas. Disse que seus olhos pareciam de lince, mas na verdade o animal era lhama, eu nem sabia o que era um lince (chorando de rir).

Ai ai ai, não estava suspirando não! Mas disse que estava. Porque às vezes no teatro da vida eu sou a roteirista e a atriz também. Mas você, você ganha disparado. Nasceu para o tablado.

Eu sabia sobre você, minha amiga jogou no tarô, deu urso, raposa e não sei mais o quê. E rimou sem que eu quisesse.

É isso! Tô sabendo de tudo rapaz!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: