Thiago Damasceno Santos

Fonte: G1
Fonte: G1

Dentre tanto horror que assola o mundo, ainda me apego ao desastre de Mariana (MG). Ainda me apego à história de Giovanna Rodrigues, 27, que em reportagem concedida ao portal G1 declarou: “Não tenho esperança”.

Giovanna perdeu o filho Thiago Damasceno Santos, 7 anos. O menino estava desaparecido desde o dia 5 de novembro após o rompimento das barragens em Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG).

Na foto a dor estampada no rosto da mãe. O menino foi arrastado pela lama e desapareceu.

Na página da cidade mineira nas redes sociais a informação de que no dia 11 Giovanna identificou o corpo do filho. E a dor? Imensurável.

Na matéria a foto do menino Thiago na tela do celular da mãe: sorrindo e ao mesmo tempo pensando. Um sorriso tímido.

Quando me perguntam qual o caminho que pretendo seguir com a profissão, não, não é ao lado do William Bonner no Jornal Nacional. O caminho é mostrar o que deve ser mostrado, o que de fato é relevante. E se a sociedade não enxerga mais relevância em histórias como estas, então está aí um caminho para seguir. Está aí um caminho para trilhar: o ofício que encaro é de pobre cidadã que informa.

Mas não me basta dizer: Thiago Damasceno Santos morreu. Thiago morreu como tantas crianças que não sabemos. Thiago se foi e o que se perdeu além de um pedaço grande de natureza em Mariana, foi um sorriso tímido único.

Thiago se foi com aquele olhar que divagava. E a frase de Giovanna Rodrigues não sai da minha cabeça: “Não tenho esperança”.

Sabe por que eu disse há alguns dias que não tinha esperança? Por uma história sentimental e Giovanna diz não ter esperança porque perdeu um filho, parte dela.

Sabe Giovanna, são histórias relevantes como a sua que me fazem questionar sobre a minha existência irrelevante.

A lama que devastou Mariana na verdade veio para devastar a minha alma.

Essa é a minha singela homenagem ao Thiago, ao sorriso tímido e único naquela foto do Thiago. Ao sorriso que jamais morrerá.

A você Giovanna os meus sentimentos. A você o desejo sincero para que sua esperança não pereça.

Thiago Damasceno Santos, 7 anos, de um sorriso tímido, de um olhar pensativo, cheio de sonhos. E é por pessoas como ele que me esforçarei para não ter uma vida vã.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: