SOBRE SERES OPORTUNISTAS E MEDÍOCRES

vampires

Há algum tempo decidi que iria tentar ao máximo não parar tanto tempo para refletir sobre um determinado assunto, tarefa impossível (risos), mas realmente o que vale é a intenção.

Você já se deparou com pessoas oportunistas, já teve de conviver com seres medíocres? Se já, com certeza deve ter sido uma experiência bem ruim, não é mesmo? E sabe por que é tão ruim? Porque você acredita por um tempo nessas pessoas, você realmente acredita que há algo de bom, de louvável, de valioso… Elas te fazem crer nisso, passam a vida articulando pensamentos nobres, passam a vida te dizendo que o “mundo é realmente horrível” e que “não suportam pessoas medíocres”. Você faz algo do fundo do seu coração e com todas as suas forças sem qualquer espera por retorno, porque realmente nutre algum sentimento profundo e sincero. Vale ressaltar que nem você que abriu as portas da sua vida para pessoas oportunistas e medíocres, tampouco eu, somos seres incríveis e perfeitos… E como somos imperfeitos! Falhamos, erramos, nos exaltamos!

Houve momentos na minha vida em que pensei da seguinte forma: “O problema realmente deve estar comigo. Talvez eu seja uma perfeccionista incurável, talvez eu seja um ser realmente difícil de lidar”. Mas acredite, a convivência com pessoas oportunistas e medíocres te faz acreditar que você é o grande vilão, porque você foi sugado, algo que dava deliberadamente foi tomado todo de uma vez de você.

E sabe o que acontece quando percebemos que não temos amigos, temos oportunistas conosco? Não queremos a princípio acreditar, não queremos acreditar que as pessoas são como são, que realmente seja assim. Para muitos, é comum se aproximar de alguém por um favor, aliás, pode ser que a maioria que ler este texto o ache EXAGERADO. Mas verdade é que você vai e dá o que tem sem pensar no que tem e em algum momento, quando não houver mais em você “utilidade” você será descartado. E se prepare, porque os dedos, as línguas, o veneno se voltarão contra você! Se prepare, porque você assumirá ainda que não saiba atuar o papel de monstro da história.

E o maior desafio para seguir a vida é desintoxicar-se, é definitivamente exercitar a limpeza da memória e minimizar suas reflexões em torno da justiça. Procure não se perder no paradoxo: justiça divina e justiça da Terra. Sério, procure não pensar e apenas seguir.

Se preocupe apenas em ter reservas, reservas de paz, de amor, de generosidade, de desejo em compartilhar, de vontade em fazer algo positivo de verdade para alguém, se preocupe em ser alguém melhor, em ter sempre para dar, em sempre se reciclar, aprender, em sempre batalhar nessa vida.

Se alguém tirou algo de você é porque você tinha para dar e ainda tem… Se alguém que você queria tão bem lhe fez tão mal, é porque era o máximo que essa pessoa poderia fazer. Para alguns só resta a “virtude” de se alimentar de restos e para outros não há virtude, há ao menos a necessidade constante de ter em si terra fértil e boas sementes.

A dica dessa blogueirazinha é a seguinte: procure não questionar principalmente a justiça e foque apenas em ser quem é e na própria evolução como ser humano. Foque apenas no autoconhecimento e na liberalidade de propagar qualidades positivas. Tenha para dar e se aproxime das pessoas por real desejo em agregar. Você pode ter sido sugado em algum momento da vida, mas acredite, a energia vital volta, o brilho não deixa de irradiar e pessoas incríveis e maravilhosas te esperam pelo mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: