Formiga Maria operária

A sua relação com o peso que lhe foi proposto: vice-presidente-sócia-sub-gerencial, veludo, purpurina e flash

formiga

É uma coisa louca, sei que sempre existiu essa ideia de parecer, ser e existir para isso. O que é comum e um ideal é usar das artimanhas do cotidiano, da vida afetiva e profissional com o intuito de tirar destes quesitos uma identidade, uma ilusão, um viver-imagem. Num universo cheio de imagens e nuances, brilho e glamour… Qual seria a relação com a verdade?

A verdade ela não é absoluta como muitos gostam de dizer, mas uma visão. A verdade pode ser até mesmo uma mentira e a mentira pode ser uma verdade com veludo e purpurina. Linda, sedosa e macia. Afinal, quem não quer deslizar nesse tecido macio chamado ilusão?

De uns tempos para cá são poucas as formigas que se contentam em Ser formigas. Ideologia? Não. As formigas não sabem o que é isso. Acabou aquela ideia de sonho, de trabalho, de alcance, porque as formigas já nascem no auge das vidas. Elas já vêm ao mundo repleto de fama, códigos e denominações… As formigas já nascem poderosas demais para querer pensar em trabalho, para querer pensar… vivem numa redoma já intitulada.

As formigas operárias que não são diretoras, presidentes e mal possuem a classificação formiga no universo, essas nem sabem ao certo para que vieram. Vieram para respirar esse ar disponível, e conviver com os seus semelhantes não está sendo fácil. As formigas operárias caminham devagar nesse espaço, elas dão aquele passo chamado um de cada vez… As formigas operárias respiram fundo para alcançar a folha. As formigas operárias não são formigas apenas, elas querem um título maior, querem ser operárias. Nisso que chamarei de estória elas trabalham e mostram a poeira que há em si. Elas sentem, portanto sentir basta nessa redoma de glamour, veludo e flash.

Um dia a formiga aveludada presidente-máster-patriarcal-sócia-gerencial apresentou uma proposta para a formiga operária. Ofertou-lhe o veludo e a purpurina à vontade, mais um cargo de vice-presidente-sócia-sub-gerencial entre as formigas… A formiga Maria operária pensa… Lembra-se de que as formigas operárias sentem… são sensíveis… e não suportariam o calor do veludo. A formiga operária prefere caminhar livre, sentir o ar, o vento. Quanto à purpurina… Ela sentiu-se tentada, afinal, a purpurina é muito almejada entre todas as formigas… Mas não, a formiga operária parou para pensar e percebeu que a purpurina lhe traria coceira. Não quis. Como disse, a formiga operária é sensível, ela é cheia de coisa. A formiga operária prefere a terra em seu corpo. Ela gosta de sentir o chão que pisa, é a formiga Maria, Maria operária.

A formiga presidente-máster-patriarcal-sócia-gerencial das formigas ficou de queixo caído ao perceber que a formiga operária recusara a sua proposta. Mas ficou ainda mais surpresa com a resposta da formiga Maria operária:

– Sabe Dra. Formiga máster-patriarcal-sócia-gerencial eu não quero o veludo nem a purpurina. Eu sei o quanto são belos, eu sei o quanto são valiosos, mas na operação eu aprendi uma coisa: Eu sou uma formiga pelada de veludo, de brilho e de glamour, sou uma formiga suja de terra. Eu aprendi a sentir o cheiro da terra, piso na terra com a felicidade de quem sente… E flutuar com um casaco de veludo pesaria, prefiro essa liberdade de formiga operária, eu nunca seria uma formiga máster-patriarcal-sub-gerencial, porque eu nasci sendo a formiga Maria, quero ser chamada de formiga Maria e todos esses nomes me pesarão. Desculpe recusar o convite, mas sou uma formiga leve, preciso de pouco e o muito que tenho é isso, a vida.

Texto escrito por minha amiga e jornalista Juliana Rodrigues ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: