Tereza escreve uma carta para alertar Deus

letter

Guarde bem os ingressos do céu, ela diz

Texto de Juliana Rodrigues ❤

Num mundo dominado pelo medo e onde falta a compaixão vemos pessoas que caminham perdidas em busca de uma saída, à procura de uma solução para a própria vida e não é comum a crença de que tudo será resolvido quando definitivamente em vida houver o domínio da ‘chave mestra’ que apresenta à entrada para o tão almejado céu.

Indignada com as facetas dos homens, Tereza teve a liberdade de escrever uma carta e colocar pela brecha da porta da igreja:

“Querido Supremo, desculpe a audácia de vir aqui nesse momento lhe dizer algo. O senhor deve saber que não tenho presunção sobre a morada do céu, não é mesmo? Mas muitos dos teus filhos querem esse ingresso tão almejado e vendem a própria alma, não a ti, porque a ti já pertencemos. Abandonam a alma para ter em mãos o ingresso do céu.

Esse ingresso faz o maior sucesso e está estampado por meio de diversas promoções. Uma pergunta, licença: “É tão grande aí? Porque o tanto de gente que está disposta à santidade e à perfeição divina irá te assombrar, até Deus se assusta!”

Mas, que tola, eu! Falando com Deus e explicando! Enfim, se eu for a todo tempo lembrar-me que estou escrevendo para Deus e pensar, será ainda mais loucura, mas se trata de um desabafo para um amigo. Um alerta.

Vendem a alma em busca de uma santidade que só o Senhor por ser tão poderoso teria paciência para seguir, eu não tenho e obrigada por todas as falhas que possuo, sabe de todas as coisas, é esperto pra caramba!

Guarde bem esses ingressos aí e fique atento, pois a humanidade esquece, assim como eu, do seu poder. Nos esquecemos do conhecimento mais supremo. Aqui mal nos lembramos da alma, tampouco que Alguém possa ler ela. Aqui mal nos abrimos para o silêncio, porque ele assusta e nos esquecemos que esse mesmo Alguém ouve a voz que não faz barulho. Esse mesmo Alguém desvenda, desvela, costura, entorta e endireita.

E digo a Esse Alguém Deus com Quem estou a falar: obrigada por não ter me feito santa, pois santidade dos homens é como a santidade do diabo, tão mascarada quanto, talvez o diabo seja até mais autêntico.

Se fores tão tirano como dizem, mascarado de ‘amor’ E se fores assim, senhor, eu juro que desistiria de ti, mas algo em mim me faz crer que és aquilo que habita dentro de cada ser. Existe um único Deus desenhado dentro da alma de cada pessoa. Quem vai aos céus? Sugiro apenas os animais, como na arca. Estou colocando essa carta aqui na igreja para que você possa ler. Abra o olho, Deus. Amém”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: