Se você não acreditar em você…

Woman-Riding-Elephant-Power

Se você não acreditar em você… Talvez alguém realmente acredite, mas seria apenas como desejar que a árvore do outro cresça do outro lado da cerca, só você pode cuidar do próprio jardim.

Se você não crer em si, provavelmente estará rodeado de um exército de pessoas ou até de más energias que te confrontarão até que se perca de si mesmo, até que agonize a ponto de não ter mais forças para crer que sonhos poderão se realizar.

Quando Cristo estava na Terra para cumprir a sua missão disse que a luta não era contra a carne, contra o sangue, mas contra os principados e potestades malignas… Independentemente da sua religião ou ausência de religião, é possível sim entender que para além do que vemos, há aquilo que rege os nossos passos e que não se pode enxergar.

Podemos morrer em vida, já enfrentei períodos em que achei que fosse mergulhar em algum abismo sem volta, mas havia um facho de luz em minha alma que me levava sempre a repensar, a refletir e a desejar viver.

Há tantas fórmulas no mundo, tantas lições de como fazer ou não, mas o seu coração é único, sua intuição existe, assim como também existem os principados e potestades do mal, mas que jamais, acredite, jamais poderão impedir o que é feito com a alma, com o coração, aquilo que é feito para a edificação e não para a destruição. O mal não pode anular o bem e nem impedir que a luz irradie.

Mas você precisa crer, crer em si. Não pode achar que o tempo (tão efêmero) tem o poder de decidir sobre seus sonhos e sobre seus desejos de conquistas, não pode achar que não pode mais e que tentar agora seria inútil. Sempre é possível. Cumpra a sua missão no mundo. Faça o que sempre teve vontade de fazer, mas que deixou passar porque de alguma forma ouviu mais o som da orquestra dos maus presságios.

Não tenha medo de fazer o que sente, não tema o que podem pensar ou dizer, faça! A vida de alguma forma vai te refazer, vai sempre haver um período em que suas forças quase acabadas irão se renovar.

Não prive seu grito, seu choro, seu dom, seu lema… só porque está em meio a um mundo que não te entende. Talvez não seja para o seu povo a sua existência, talvez você precise ir à China, à Bulgária, ou precise dizer algo importante que possa fazer algo pela vida de alguém no Cazaquistão.

Galope pelos seus sonhos. Às vezes é preciso deixar o animal selvagem nos guiar, é preciso deixar o fogo queimar por completo, talvez algo precise morrer para que haja renascimento.

Tudo o que você precisa é acreditar em si mesmo, é não se abandonar ainda que a sociedade tenha feito isso. É preciso continuar clamando pelos sonhos, clamando pela própria vida e esse clamor muitas vezes é feito em silêncio ou até mesmo entre lágrimas e soluços.

Se você não acreditar em você, não importará muito que alguém acredite, lembra? Só você pode cuidar desse teu jardim. Não permita que a morte lhe tome em vida, não permita que o tempo lhe faça crer que não há mais tempo. Sempre resta tempo para o que nasce do coração, para o que está fincado na alma e que sobrevive até mesmo na agonia da morte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: