A gente sempre sabe quando não é para ser

casa

A gente vive cada dia e parece que cada dia requer um jeito novo de viver, de encarar, de seguir. E há coisas que não podemos controlar e outras que desejamos de um jeito talvez selvagem e irracional, que deem certo, mesmo que saibamos a resposta: não.

A gente quer. Julianne no filme O casamento do meu melhor amigo queria, ela queria que Michael caísse em si e descobrisse sentir por ela o que ela sentia por ele… Tarde demais Julianne, sei que George já havia lhe dito, mas você quis ir até o fim, mesmo já sabendo qual seria o fim.

Michael já a amou loucamente, enquanto ela estava em outro compasso em sua vida e quando finalmente ela entendeu que o amava, ele estava prestes a se casar com Kimmy.

O que você faria no lugar de Julianne? Você ouviria os conselhos do seu melhor amigo ou seguiria dirigindo um caminhão de entregas sem rumo exato para solucionar as próprias merdas que fez e se dar o final, o final que já sabia desde o princípio?

Em todas as vezes que assisto esse filme, não tenho dúvidas de que estaria dirigindo o caminhão desgovernado… Ao som de Jackie Deshannon – What the world needs now is love… E como não fumo, provavelmente estaria tomando um destilado bem forte, desafiando a morte, as leis de trânsito e arriscando outras vidas, afinal, e se o mundo acabar agora?

Julianne queria ao menos a amizade de Michael de volta, queria que ele fosse feliz com quem escolheu para si, com quem o amou no mesmo compasso.

E então refleti… A gente sempre sabe quando não é para ser… Sim, ainda que se criem expectativas, ainda que se lute contra as ondas, contra os terremotos, contra as forças naturais ou invisíveis. A gente luta de maneira descomunal e nem sempre é em prol da realização dos objetivos, muitas vezes é contra o que o destino nos reservou. A resposta para a nossa vida em algum momento é um sonoro NÃO, sentimos isso, mas fingimos que NÃO, e prosseguimos tentando reverter os sinais, que a princípio pensamos que são obra da conspiração contrária do Universo…

O Universo sempre conspirará a favor. Quando algo não dá certo, não vinga, quando algo se barra em nosso caminho, é porque não deveria ter acontecido e se acontecesse, será que realmente era o que queria para você? Será que realmente lhe faria tão feliz quanto achou que pudesse fazer?

Sempre, sempre sabemos quando não dará certo, até mesmo porque, o que realmente dá certo em nossas vidas, a gente sequer para e pensa como ocorreu, porque sequer houve espera ou se sabia sobre o que viria… As coisas acontecem quando a gente deixa o Universo ser sábio como ele é… As coisas acontecem quando a gente para de projetar, de criar hipóteses.

O Universo se aproveita da nossa distração com o que não dá certo, para preparar sobre as nossas vidas surpresas sublimes. É assim que acontece!

Saber disso não faz de mim menos louca, não faz de mim menos desgovernada ou teimosa como Julianne, mas em algum intervalo entre uma reflexão e outra, me consola.

Quando o seu coração estiver despedaçado, quando você deixar de crer que as coisas poderão acontecer, lembre-se das vezes em que não sabia e nem imaginava sobre nada, nem no fundo e nem no raso, e houve uma surpresa que de fato alegrou teu coração.

E por que a gente não considera tanto essas surpresas, essas bênçãos do Universo? Porque o que é para acontecer em nossas vidas, porque as surpresas que devem nos encontrar, acontecem como respirar, e a gente não pensa muito no por que existe ou no encanto de se estar vivo. Infelizmente.

Você pode continuar seguindo com essa mesma agonia no peito e desejo por respostas. Mas lembre-se: o Universo não te responderá como você quer. A resposta virá de outra direção, se aproveitará da sua distração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: