Quantos likes essa condenada merece?

sua-nota-no-primeiro-episodio-de-black-mirror-2-4783-1477510651-1_dblbig

Está na hora de rever nossos améns e nossas reações com lágrimas. Está na hora de rever nossos coraçõezinhos compassivos e a nossa própria reação diante deles.

Depois de ver o 1º episódio da terceira temporada de Black Mirror, imaginei o quão ferrada eu não estaria. Provavelmente ninguém me avaliaria com 5 estrelinhas, com esse meu jeito naturalmente tão simpático! Mas a série é legal para refletir sobre a vida que é a vida real e a vida virtual, cibernética, uma porcentagem muito, mais muito ínfima de quem somos de fato.

Há os textos que emocionam, com palavras muito bem dispostas e aí a complexidade está em saber quem está por trás daquelas palavras e qual vida tem. E falo isso me enfiando no meio do fogo também, porque ora ou outra eu repenso sobre o que escrevo e enfim, algumas coisas em minha alma vão mudando, e talvez minha visão sobre determinados assuntos seja muito imediata e depois reflito e percebo que poderia ter refletido mais, ao mesmo tempo em que a vida é tão passageira e veloz e não há tempo o suficiente para filtrar absolutamente tudo.

É uma cena marcante, é um texto bonito, é um especialista em política, em saúde, em filosofia, especialista na vida… Que lacrador e que lacradora! Que arraso, miga! A carinha de uau pelo amor de Deus para esse post.

Que mundo é esse? Meu pai mesmo entrou na virtualidade de tal maneira que se eu quiser encontrá-lo é só mandar mensagem no whatsApp… Onde podemos nos encontrar em vida? Em quais espaços estamos nos enfiando mais e mais? Mergulhamos mais em nossas mentes ou em nossos egos? Queremos nos aceitar ou essa avaliação do outro? Que não sabe metade de quem somos de fato…

Queremos dizer um sonoro OI pelas ruas e ver que há vida ou queremos nos cumprimentar por meio de likes na penumbra da virtualidade? Me recordo da internet discada, daquele barulhinho característico, era quase um sinal de rádio do Lucas Silva Silva (risos), era um mundo novo, uma coisa estranha que estava começando… Eu que achava que nada era mais estranho do que Tomates Assassinos, me deparo com notícia de cocô na latinha de um cara famoso, com história de ativista que foi tomar café e resolveu refletir sobre o vestido cor-de-rosa de uma garotinha… Pessoas em busca da sua pontuação máxima, das suas muitas estrelas, de algumas lágrimas e de um motivo para viver uma vida de pura ilusão.

Realmente estamos inundados pela virtualidade e precisamos escolher se queremos uma vida na vida ou a respiração induzida por WI-FI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: