Que o seu ato de esperança persista

Favim.com-31065

Que a esperança é bela e que falar ou escrever sobre ela gera inspiração, não há dúvidas. É um ato de coragem solitário, cujo símbolo — esse nome forte que não importa como entoado é — gloria-se por si só apenas por bradar até mesmo contra a morte… principalmente contra a morte dos sonhos.

A esperança é um ato desses totalmente insanos e que só pessoas com alguma insanidade são capazes de cometer. Sim, a esperança é um ato que se comete contra todas as expectativas.  É como olhar para um céu azul e cintilante e esperar uma estupenda tempestade capaz de fazer brotar sementes em uma terra totalmente seca e desesperançada por água.

Esperar em uma ação incansável é um ato de gente doida e esperar sem esmorecer é patologia grave, é como uma chaga incapaz de cicatrização. A esperança é ato para corajosos, para gente sem parafusos na cabeça, para gente que sonha, sonha, sonha e ainda desenha o sol entre as montanhas.

Como poetisa desencorajada pelo mundo, a minha esperança está além do mundo, está em seres por aí, salpicados pela Terra, que poderão ouvir sobre um ato desses tão insano e, por um momento, se sentirão possuídos. Mas que não seja uma possessão momentânea, não! Que essa lepra da coragem em esperançar persista e tome toda a alma.

Que esses sonhos loucos, dourados, completamente desbaratinados, prossigam, contra todas as tempestades, contra todas as impossibilidades, contra todas as crises físicas, sejam elas quais forem, desde a ansiedade extrema até as dores pelo corpo como se os sonhos tão grandes fossem capazes de esmagar a carcaça humana. Os sonhos realmente podem tudo… Mas vivificam e não nos aproximam da morte, não mesmo.

Que o seu ato de esperança persista. Não permita que as sombras impeçam a tua visão de enxergar o próprio florescer. Não permita que os infindáveis nãos te impeçam de crer naquilo para o que a tua vida existe. Para o que a tua vida existe? Para cumprir uma missão, um propósito, uma jornada, dessas únicas.

Dizem por aí que pessoas são substituíveis, mas nunca acho que as flores ainda que de uma mesma espécie são iguais e mais, acredito que quando uma flor deixa de existir, uma outra nascerá e não para substitui-la, mas para ser de uma outra maneira de forma que aquela flor de outrora seja para sempre lembrada com aquela nota de aroma só dela. E se as flores são assim no meu universo, quiçá pessoas!

Que o seu ato de esperança persista, contra todos os pesares, contra todas as adversidades, contra todas as formas de desamor, quem sabe até provindas de ti em alguns momentos.

Que a sua maneira de sonhar, desse jeito teu e grande continue. Que o teu voo persista cada vez mais alto e se ainda não está além das nuvens é porque ainda é tempo de esperar o nascimento de suas asas.

Estou louvando a esperança e sabe por quê? Porque ela tem me salvado de todas as lamúrias em um mundo tão vago. Tem me feito ver cor em dias totalmente apagados e de alguma maneira tem me protegido à medida que a cometo nesse grande Universo como ser ínfimo que sou.

Que o seu ato de esperança persista, além até das tuas forças. Que o teu ato de esperança persista, além da tua vida e além da tua morte.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: